Skip to main content

Você sabia que alimentos com alta carga glicêmica geram acne?

By 21 de agosto de 2017maio 4th, 2019Público Geral

Primeiro precisamos esclarecer o que é a carga glicêmica. Em termos simples: consiste na capacidade que a porção de um alimento tem de elevar a glicose sanguínea. Se o alimento possui carga glicêmica alta ou baixa, depende da quantidade de carboidratos, proteínas, gorduras e fibras que ele possui, dentre outros fatores. Geralmente quanto mais refinado e industrializado, maior sua carga glicêmica.

Quando você se alimenta de farinhas refinadas, biscoitos, refrigerantes, doces, alimentos muito açucarados e demais industrializados em excesso, sua glicose aumenta muito, então o corpo compensa com a liberação de insulina em alta quantidade para compensar.
O problema mora aí: a hiperinsulinemia estimula a molécula IGF-1, que por sua vez aumenta a ação dos hormônios andrógenos. Os hormônios andrógenos estimulam a produção de sebo e sua secreção na pele, o que gera a acne.

O que fazer então? Pra começar: evitar industrializados e preferir alimentos in natura. Não esquecer também de ingerir fibras sempre que possível.
Essa é apenas uma das muitas vias na qual a alimentação influencia a produção de acne! Quer saber quais são as outras? Continue me acompanhando!

REFERÊNCIAS:
SHAW, J. C. Acne: The effect of hormones on pathogenesis and management. Am J Clin. Dermatol, v. 6, n. 8, p. 53-60, 2003.
ZOUBOULIS, C. C. Acne and sebaceous gland function. Clinics in dermatology, v. 22, n. 5, p. 360-366, 2004.
VORA, S. et al. Correlation of facial sebum to serum insulin‐like growth factor‐1 in patients with acne. British Journal of Dermatology, v. 159, n. 4, p. 990-991, 2008.