O bebê que come “finger foods” não tem mais risco de engasgo?

By 15 de setembro de 2017maio 4th, 2019Maternidade, Público Geral

Baby-led weaning (BLW) é uma abordagem de introdução alimentar para os bebês que tem inúmeros benefícios, como já mostrei aqui diversas vezes. Mas sempre que falo sobre BLW as pessoas me perguntam “Annie, e o bebê não engasga?”.

Lembro fazendo a introdução alimentar da minha filha! Não paravam de me perguntar…. Ela vai comer esse pedaço inteiro? Ela não tem dente! Ela vai engasgar!

A resposta é: NÃO, desde que você siga as seguintes recomendações:

  • Oferecer alimentos que tenham o comprimento maior que a mão do bebê;
  • Sempre sentar o bebê na hora da alimentação;
  • Não deixar o bebê comer sem supervisão e NUNCA distrair o bebe para comer;
  • Evite oferecer alimentos que não sejam possíveis amassar no céu da boca com a força da língua;
  • Não oferecer alimentos pequenos, como castanhas, uvas e sementes (mas em forma de pasta não há problema);
  • Evitar oferecer maçã crua e pipoca (seguro apenas para maiores de 4 anos); e
  • Evitar cortar os alimentos em formato de “moeda” (como cenoura, pepino etc).

Há mais recomendações, mas no geral essas são as de mais destaque. Entretanto, cabe destacar uma coisa: bebês engasgam MUITO MAIS com líquidos do que com sólidos. Ou seja, o risco de engasgar é ainda maior com papinhas e sopas do que com BLW.

REFERÊNCIA
FANGUPO, Louise J. et al. A baby-led approach to eating solids and risk of choking. Pediatrics, p. e20160772, 2016.