SEU PACIENTE EM PRIMEIRO LUGAR, DEPOIS O EXAME LABORATORIAL

By 1 de julho de 2019maio 11th, 2020Nutrição com Evidência, Público Geral

Nutri, vamos conversar sobre diagnóstico nutricional hoje? Exames laboratoriais são essenciais para fechar nosso diagnóstico. Diversos marcadores plasmáticos e sorológicos nos ajudam a compreender o cenário metabólico do paciente e guiar nossa conduta nutricional. Muitos avanços têm ocorrido na descoberta de novos marcadores, e isso é excelente!

O problema é que certas vezes o foco do atendimento acaba virando o exame, e não o paciente. Tem muitos pacientes que eu atendo que, após fazer uma anamnese e exame físico, relatam que eu fui a primeira nutricionista a fazer isso!

O exame físico não pode ser deixado de lado por você ter à disposição exames laboratoriais. O diagnóstico nutricional DEVE incluir sinais e sintomas para ser fechado! E não há como descobrir sinais e sintomas se você não conversar com o paciente e fizer o exame físico.

Testes funcionais também são exemplos de métodos simples e que agregam muito ao diagnóstico. Um deles é o teste de sentar-levantar, que é bem simples de ser feito: de forma resumida, peça para o paciente sentar no chão e depois levantar, com o mínimo apoio possível. O paciente possui 5 pontos e cada apoio que ele utilizar (como braço, mão, lateral da perna etc) diminui 1 ponto do total. Se houver desequilíbrio, perde-se meio ponto. A pontuação final deve ser interpretada de acordo com os valores de referência para sexo e idade. Mais detalhes no artigo do criador do método, prof. Claudio Gil: Eur J PrevCardiol. 2019 May 1:2047487319847004

É um teste simples de ser aplicado, além de rápido. Ele indica um prognóstico que em um exame laboratorial pode ser negligenciado: scores baixos nesse teste estão associados a maior mortalidade por todas as causas em indivíduos acima dos 51 anos!

Então a reflexão que quero gerar hoje é a seguinte: exames laboratoriais são importantes SIM, mas eles são AUXILIARES! O diagnóstico nutricional é complexo, não pode focar apenas no exame sanguíneo. Tratamos pessoas e não papeis!

No curso de Bioquímica Aplicada a Suplementação eu abordo exatamente a importãncia de conhecer e entende os processos bioquímicos antes de pensar em exames e suplementos. Então clica aqui para conhecer.

Leave a Reply