SEMPRE AVALIE O RITMO CIRCARDIANO NA AVALIAÇÃO NUTRICIONAL

Nutri, você avalia o ritmo circadiano na avaliação nutricional do paciente?

É um fator extremamente importante, que impacta diretamente na saúde. Há diversas evidências mostrando as formas com que um distúrbio no ritmo circadiano influencia na saúde e na qualidade de vida. Alguns estudos mostram, por exemplo, que a privação de sono gera mais fome, aumentando a secreção de hormônios que atuam no apetite como a grelina (Adv Nutr. 2015 Nov 13;6(6):648-59). Dessa forma, uma pessoa que dorme menos que o adequado sente MAIS fome do que as outras, o que dificulta, por exemplo, a perda de peso.

E qual a quantidade adequada de sono? Segundo uma meta-análise envolvendo 5 milhões de indivíduos de 153 estudos diferentes, as pessoas que dormem menos de 6 horas por noite tiveram mais chance de desenvolver diabetes mellitus, hipertensão arterial, doença arterial coronariana, doenças cardiovasculares no geral e obesidade (Sleep Med. 2017 Apr;32:246-256). Dessa forma, com o conhecimento científico que possuímos hoje, é impossível desvencilhar o ritmo circadiano do estado nutricional e da saúde como um todo.

É essencial que na consulta nutricional nós avaliemos minunciosamente como funciona o sono do paciente.

Não podemos negligenciar esse aspecto tão importante da vida e da saúde! E devemos intervir também, combinado?

No curso de Nutrição e comportamento falo muito sobre o manejo do sono como estratégia comportamental. Quer saber mais? Então acesse para conhecer o curso, clica aqui. 

Leave a Reply