DESCONFIE DE PERDA DE PESO MUITO RÁPIDA!

By 7 de agosto de 2019agosto 19th, 2020Nutrição com Evidência

Muitas pessoas desejam perder peso rapidamente e acabam recorrendo a diferentes dietas e restrições nutricionais. Acontece que “nem tudo que reluz é ouro”, como diz o ditado. Perda de peso rápida não quer dizer perda de gordura! Em um artigo já um pouco antigo, publicado no American Journal of Cardiology em 2001, Margo Denke mostra alguns pontos bem interessantes sobre o efeito fisiológico das dietas low carb. As dietas baixas em carboidratos são famosas por induzirem uma perda de peso rápida (segundo a autora, de 2 a 3kg em apenas uma semana), mas essa perda é de ÁGUA!

Há dois caminhos que explicam essa perda de água: o primeiro é a cetogênese. Os corpos cetônicos, gerados a partir da gordura corporal, são filtrados pelos rins. A presença deles faz aumentar a concentração de sódio no filtrado, o que por consequência aumenta o volume de água final. Dessa forma, mais água é excretada na urina. O outro caminho é explicado pelo glicogênio. O glicogênio é acumulado principalmente no músculo e no fígado a partir de glicose. O glicogênio é uma molécula altamente hidrofílica: para cada 1 grama de glicogênio acumulado, acumula-se ao seu redor 2 gramas de água. Com uma dieta baixa em carboidratos, o glicogênio é rapidamente utilizado e não é reabastecido. Dessa forma, toda essa água que estava no músculo e no fígado é perdida rapidamente também. Sendo assim, o que eu queria mostrar para vocês hoje é que desconfiem de dietas que causam perda de peso muito rápido.

O peso na balança não reflete mudança de composição corporal! Perda muito rápida é ÁGUA! Há alguns estudos mostrando também que perda rápida gera perda muscular, diminuição da taxa metabólica basal, aumento na concentração de xenobióticos plasmáticos… outro dia comento sobre isso. Claro que low carb e cetogênica podem ser utilizadas como estratégias nutricionais para o emagrecimento, mas tendo em vista suas limitações e avaliando a composição corporal apropriadamente para não iludir o paciente.

É preciso deixar claro o QUE ele está perdendo quando a balança mostra que emagreceu. Na Formação em Emagrecimento e Saúde , que esta com a reserva de vaga aberta aqui, eu abordo de forma aprofundada os mecanismos bioquímicos e os efeitos de diversas estratégias nutricionais no emagrecimento. Ética e evidências no emagrecimento são fundamentais.

Referência DENKE, M. A. Metabolic effects of high-protein, low-carbohydrate diets. American Journal of Cardiology, v. 88, n. 1, p. 59-61, 2001.

Leave a Reply